A derrocada do Consórcio Golpista, por Daniel Samam


Preso político do golpe de 2016, Lula foi impedido de disputar as eleições. Seu encarceramento tem o objetivo de não só retirá-lo da disputa, fraudando previamente as eleições, mas busca também consolidar a agenda de retrocessos, a vendeta neoliberal. 

Acontece que o discurso central do golpe de 2016 fracassou. Prometia-se que com o afastamento do PT do governo, o país voltaria à prosperidade e a ordem. Ocorreu exatamente o contrário: desemprego, perda de direitos, desmonte dos serviços públicos, venda do país e explosão dos índices de violência no campo e nas cidades.

O desempenho pífio dos candidatos da centro-direita à Presidência - Alckmin, Meirelles, Temer e Maia - nos mostra que a maioria do povo brasileiro segue firme na posição contrária à agenda de retrocessos como a austeridade fiscal, as privatizações e às contrarreformas da Previdência e Trabalhista.

E mais, pra desespero das elites e da mídia, o povo vê em Lula o único capaz de impedir o avanço conservador e restabelecer o desenvolvimento do país com geração de emprego, renda e combate às desigualdades. Os números das últimas pesquisas Datafolha e Vox Populi revelaram a derrocada do consórcio golpista.

Lula inocente!
Lula livre!
Lula Presidente!

Comentários

  1. #LulaLivre
    O Brasil precisa voltar s crescer e ser colocado nos eixos.
    Acabem com essa campanha sórdida de tentar aniquilar o PT como se fosse o grande mal. Não é e todos estão vendo isso.

    ResponderExcluir

Postar um comentário