A burocracia estatal tomou o país de assalto, por Daniel Samam

Nesta quarta-feira (8), os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) aprovaram, por 7 votos a 4, a inclusão do reajuste para os próprios vencimentos na proposta do Orçamento da União para 2019. Se aprovada pelo Congresso, a medida pode elevar os ganhos de cada ministro a R$ 39,2 mil mensais. 

O aumento pode ter impacto de R$ 720 milhões por ano apenas na Justiça Federal, pois os juízes têm seus vencimentos atrelados aos do STF. Na esteira disso, podemos somar os promotores, procuradores, delegados da Polícia Federal e fiscais da Receita. A burocracia estatal, em especial, dos órgãos de controle do Estado é a malta de canalhas que tomou o país de assalto. 

Por mais que saiba do nível de mediocridade e a tendência deste congresso aprovar o aumento e estendê-lo para si, é urgente o diálogo entre os parlamentares e forças políticas que compreendem ser fundamental para a Democracia brasileira ir para o embate com o poder paralelo estabelecido pela burocracia estatal.

Comentários