Presidente Raul Castro se solidariza e denuncia perseguição política de Lula


O presidente cubano, Raúl Castro, denunciou nesta sexta-feira (14), uma perseguição política contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com o objetivo de frustrar sua candidatura às eleições de 2018. 

"Ao companheiro, vítima de perseguição política e manobras golpistas, expressamos nossa solidariedade ante a tentativa de impedir sua candidatura à eleições diretas com uma inabilitação judicial", disse Castro no fechamento da primeira sessão do Parlamento cubano, transmitido pela emissora de televisão oficial.

A mensagem original, em espanhol:
"Al compañero Luiz Inácio Lula da Silva, víctima de persecución política y maniobras golpistas, le expresamos nuestra solidaridad ante el intento de impedir su candidatura a elecciones directas, con una inhabilitación judicial. Lula, Dilma Rousseff, el Partido de los Trabajadores y el pueblo brasileño tendrán siempre a Cuba de su lado." 
Raul Castro.
14 Julio 2017.

Comentários